quarta-feira, maio 27, 2015

Desabafo ressabiado

O neo-liberalismo tuga é como qualquer outro - a minha referência é o dos E.U.A. -  uma fantasia auto-centrada de quem tem um ressabiamento qualquer com a humanidade. Devem ter apanhado demasiada porrada quando eram putos e numa mentalidade de praxe, acham que agora que são adultos e leram mais 3 ou 4 livros paperback com muitas letras na capa são senhores de um conhecimento que infelizmente, só lhes ilumina a sua própria estrada, deixando o resto do mundo nas trevas. Infelizmente, não podem pagar essa iluminação em larga escala porque isso seria subsidiar malandros que não querem trabalhar. Mas podem fazê-lo de bom grado, se o estado subsidiar a coisa.

Não.

Pessoas que dizem "beijos no coração".
É ofensivo.

terça-feira, maio 26, 2015

Lições de vida para gente burra

A maneira mais fácil de ficar rico é chular os mais pobres e eu ando sempre a tentar chular os mais ricos.

quinta-feira, maio 21, 2015

Maria Capaz, falta de noção e trabalho especulativo

Primeiro, era um concurso pago com "visibilidade", em que o vencedor era escolhido por votação online.
Depois, era um concurso cujo vencedor era pago uma quantia desconhecida. Uma emenda pouco melhor que o soneto porque é claramente uma emenda feita sob pressão.
Finalmente, era um problema ao qual respondem de uma maneira intelectualmente desonesta:
Lamentar não poder pagar a todos os participantes de um concurso lançado online, num post de um blog, é atirar areia de má qualidade para os olhos.

Pelo mundo fora, o trabalho especulativo é usado para obter trabalho de forma gratuita ou barata. Em áreas criativas, é uma pratica bastante vulgar. Ao abrigo da crise, os concursos multiplicam-se e as pessoas que os aceitam também, - A crise tem este efeito secundário - desvalorizando mais e mais o seu esforço e a sua profissão.

Adenda: sou um mercenário e aceito que haja clientes mercenários. Aceito concursos onde projecto e dinheiro combinados compensam o esforço de participar e o risco de perder. Claro que também têm de dar gozo, mas isso dá a ideia que não gosto de dinheiro. E de ganhar.

segunda-feira, maio 18, 2015

PSP, Benfica e Manifs

Em Portugal só há 3 situações em que a PSP tem simultaneamente pessoas contra e a favor da sua actuação:

  • Quando intervem em confrontos entre adeptos de futebol
  • Quando intervem em manifestações
  • Quando intervem em descatos em bairro problemáticos

As pessoas dos bairros problemáticos não têm muita visibilidade nas notícias - vou chamar a isto racismo - por isso nem sei quem é que pode estar contra isso e esse tema acaba aqui. O trabalho da polícia nos restantes casos já pode ser analizado: Os adeptos de futebol apoiam a polícia quando dispersa manifs de mandriões que não querem trabalhar, e os manifestantes apoiam a polícia quando esta dispersa trogloditas do futebol.
Já eu, não entendo estarem contra a polícia agredir indescriminadamente um cidadão "em frente aos filhos". A circunstância da presença de filhos deve ser tida em conta aquando de agressões? Se sim, porquê? Se sim, exijo tabela publicada em diário da República que descrimine a que grau de parentesco se deixam de considerar as suas presenças circunstâncias especiais, nomeadamente:

  • Em frente a uma sogra
  • Em frente à mulher
  • Em frente a um tio avô
  • Em frente a representações de antepassados, como fotografias em perfis online


quarta-feira, maio 13, 2015

Sobre a net, a idade média

eh men hoje nem-de prepozito exta cena do akordo ortográfiko e a kantidade de poxts kom as miudax à xapada parexe de porposito nem dah pa pcber se é do akordo ou brrice, fikei boe a rir parecem defs eh idade media otra vez parece do tempo dos reix e o crlh naum se apanha nada ya boe atrofio é tipo um raioxis da sossiedade e tal neh mas toda a gente aí haxa que teim razão mas nepia estas krianças ke axam k s boe adultox max só falam como os bebes e dizem sem jeito e cenas. LOL pensam k a internet e o youtube fasem diferenssa mas nop forever alone ya.