terça-feira, maio 15, 2018

Ando distraído com isto

Estava a ver as notícias vindas de Israel, da Palestina, onde não se passa nada
- a grande novidade é ter um presidente americano que (é burro e) tem o apoio de evangélicos (que por acaso são anti-semitas e têm a certeza que o papa é o anticristo) e que vêem a inauguração da embaixada em Jerusalem (decidida unilateralmente do acima referido burro) como um sinal (positivo) da proximidade do arrebatamento e da segunda vinda de Cristo (para alguns) (judeus não incluidos) - de novo.
Estava a lembrar-me do meu pai e dos debates à mesa do jantar e dos argumentos que ele apresentava nos anos 80 e de como era díficil apoiar um lado deste debate incondicionalmente. Passados 30 anos da primeira intifada, os argumentos, por mais internet, twitter, videos e fotografias que os acompanhem, não mudaram nada.

segunda-feira, março 26, 2018

Vão para o trabalho

Os artistas chateiam-me mais e mais. É da idade e do trabalho. A idade tira-me paciência para aturar gente que não se esforça, o trabalho tira-me paciência para aturar gente que me faz trabalhar. Por exemplo, o Markl fez uma série que lhe deu bastante trabalho e está muito feliz com ela, pelo que leio. Eu dei-me ao trabalho de ver 2 episódios e bastou-me. Não tenho de me dar mais ao trabalho, aquilo é fraquinho. O tempo que perdi a trabalhar a minha falta de paciência para diálogos americanizados e maus actores cansou-me. Para me cansar, o que é que já tenho? Trabalho, exacto.
- ah, mas queres consumir sem esforço?
Quero. Uma série de tv sobre eletrodomésticos, a infância do Markl e LP's não pode estar à espera que me canse com ela. Para isso tenho as notícias.

quinta-feira, março 22, 2018

O mito da estupidez bondosa

Humanos que acreditam numa conspiração maquiavélica da industria farmaceutica mas não acreditam na conspiração maquiavélica dos homeopatas, hosteopatas, naturopatas, acupuntores e todo o pessoal do género - os piores são aqueles que dizem "mas também sou enfermeiro, as duas medicinas são compatíveis" -  a vossa confiança nestes profissionais é fascinante.
Nunca pensei viver tempo suficiente para voltar à idade média de forma voluntária, sempre achei que ia haver um cataclismo que nos obrigaria a isso.

sexta-feira, março 02, 2018

Se calhar não sou eu, mas

Ando um bocado cansado de ouvir os outros. Os outros são o inferno, como disse o outro num adágio conhecido. Já se sabe. Os outros andam a ver se me cansam, comportando-se da forma típica que as pessoas que não são eu se comportam. Têm demasiadas opiniões que não a minha, comportam-se de forma pouco minha, dizem-me coisas que eu não diria, pedem-me coisas que eu não pediria. Pior que tudo, os outros não só são muitos, são todos.

sexta-feira, janeiro 19, 2018

Não comam cápsulas de detergente, uma ode à Unilever

Não comam cápsulas de detergente
Não comam minha gente
Não comam cápsulas de detergente
Não bebam shots de diluente
Não façam sandes de Skip
Não lambam Cif do bidé
Não façam Nutella de 3 em 1
Não comam de pé
Não tomem abrilhantador Sun
Não emborquem Vim
Não comam cápsulas de detergente
Não encham até ao fim
Não comam minha gente
Não barrem torradas com Omo
Não comam cápsulas de detergente

De manhã

A parte boa de trabalhar uma manhã num café é que, além de me poder isolar para pensar noutras coisas, posso apanhar uma senhora que está há meia hora a contar tudo o que está mal no mundo e percebe-se que investe algum tempo a investigar isto, porque já passou por advogados, políticos, internet, os jovens, os impostos, o governo, a polícia, as drogas e diversos outros temas, tudo calibrado pelo Antigamente, essa bitola dourada que deve andar aí a ser partilhada num GoogleDocs entre taxistas, reformados e ressabiados.