sexta-feira, janeiro 17, 2020

Um pensamento que me dá algum descanso

Todos os politicos vivos hoje têm, mesmo remotamente, uma probabilidade de morrer a qualquer momento.

quinta-feira, janeiro 16, 2020

No outro dia

Vi uma manifestação anti-racismo na televisão. Acho que nunca vi tantos pretos portugueses (é fácil ver documentários americanos com mais) na televisão em muitos anos. E a serem entrevistados, a terem voz. No telejornal são 2, nas novelas 4, no parlamento 6. Não é medida, mas não é um sinal também? Mas não, não há racismo estrutural por cá.

terça-feira, janeiro 07, 2020

Se forem a ver

Não quero saber dos koalas, dos incêndios, do trump, do irão, dos plásticos, das baleias, do petróleo, do aquecimento, nada. A unica coisa que queria era que os programas da manhã deixassem de existir. Isso era a melhor coisa que podia acontecer ao mundo. A partir daí, aos poucos, tudo se resolveria.

quarta-feira, dezembro 18, 2019

A tribo, uma fábula

Feito de pessoas tão boas como as que os rodeiam - foram eles próprios que um a um a fizeram o que é -  a tribo é capaz de tudo. Mão que ampara ou arquétipo do mal, mestre de horrores indescritiveis ou benesses sem conta, nela todos tudo fazem para ter o que todos querem: descanso. Uns pós de descontentamento inalados de um modo mais profundo num ou noutro, quando novos, fazem-nos arfar constantemente. Daí o ritmo que leva algumas tribos a chegar onde outras não chegam.

terça-feira, dezembro 17, 2019

O contraste

Pessoas que se queixam da ditadura do politicamente correcto: eu sou um de vocês, mas não percebo completamente do que se queixam. Eu nunca ouvi dizer tanta brutalidade como agora. Eu queria que alguém fosse um pouco mais empático, por um lado. Por outro lado, acho que ainda se é demasiado politicamente correcto com demasiadas coisas: religiões, por exemplo. Vendedores de banha da cobra. Taxistas. Donas de casa. políticos politicamente incorretos. Colecionadores de selos. Futebolistas que fogem a impostos. Pessoas que comem com pauzinhos. Pessoas que não são a Joacine. Ciganos. Espera, esses já ninguém os protege.