quarta-feira, dezembro 07, 2016

Piramide da empresa boa

Depois de encontrar a notícia do fecho do Elefante Branco, tenho de divulgar um estudo feito há tempos sobre o fenómeno da hierarquia moral para empresas, onde podemos encontrar a razão de ainda não ter começado um movimento #salvemoelefantbranco.




segunda-feira, dezembro 05, 2016

Método para detecção de notícias falsas e vendedores de banha da cobra

Como detectar notícias falsas em 3 passos simples:


Passo 1: O título. Como assim, "médicos"? Que médicos? Há muitos médicos. "Mídia"? quem é mídia? que mídia? 5 perguntas, tenho dúvidas, logo isto é uma notícia duvidosa.


Passo 2: A fonte confirma que é uma notícia falsa.


​Passo 3: a pessoa que o partilha provavelmente vende banha da cobra, mas raramente compra.

Às vezes nem eu acredito como é fácil detectar notícias falsas. O que ainda é mais supreendente é haver gente que perde tempo com métodos muito complicados e cientificos para desmontar estas notícias quando na realidade o método Silva é igualmente válido, criado usando exactamente os mesmos métodos que se usam para em tratamentos como a homeopatia, por exemplo.

Falta-me paciência, mas é isto

Não é que não tenha tema, mas parece-me tudo tão relativo... Chego ao fim deste ano com a sensação que não há nada que possa afirmar com certeza absoluta. Acho que começo a relativizar tudo o que encontro, um dia destes faço um post a explicar como abri a mente para os mediums e a homeopatia, as vibrações dos cristais e a astrologia e de como tudo está ligado e eu apenas não estava a juntar dois mais dois.
Não, nem a gozar. A unica verdade que liga estas ideias é tudo ser a mesma merda.


terça-feira, novembro 29, 2016

Tecnofobia para sempre

Pessoas, não percam tempo a associar algumas actividades humanas exclusicamente a plataformas analógicas e a tentar descriminar pessoas por isso.
Os Smartphones não são Belzebu e o futuro do mundo não está comprometido porque as pessoas "passam a vida" ( aspas no ar com as mãos muito grandes aqui) no telemóvel ou nas tablets, ou no portátil. O mundo vai mudando pouco a pouco, é só isso.
Os livros não vão morrer, tomem um calmante.

segunda-feira, novembro 28, 2016

Livros para crianças, o mantra

Pseudo-absurdistas, depositários de prosa maneirista, mentes confusas, povo: Não, nem toda a gente pode escrever livros infantis. Os textos que o mantra triplice da Árvore e do Filho refere não são para para miudos, assim como a Árvore não pode obviamente ser um eucalipto ou um zambujeiro e o filho tem de fazer a 4ª classe e saber usar garfo e faca, pelo menos.
Não infantilizem os miudos com os vossos livros feitos para vocês próprios. Essa ideia que os miudos gostam mais de adjectivos do que adverbios de modo é só projecção. Deixem lá os miudos ver só os bonecos e lerem só as maiores. Eles não precisam de manteiga para o cérebro, ficam demasiado moles. Se quiserem provas dos efeitos devastadores dos maus livros infantis, é só conviver 10 minutos com pessoal com idade para ter juizo mas que gosta do Principezinho.

sexta-feira, novembro 25, 2016

Sexta feira preta

Vamos lá rever isto, porque temos o dia de Ano Novo, dia de Reis, o dia de S. Valentim,  o carnaval, o ano novo chinês, os oscares, o dia da mulher, o dia da mãe, o dia do pai, o dia dos avós, a Páscoa, os Santos,  as férias de verão, o 15 de Agosto, o regresso às aulas, o S. Martinho, o Hallowen e depois o Natal.
Com isto tudo, não desprezem a Black Friday e o Cyber Monday, são os únicos eventos anuais que só existem exactamente para o que todos os outros são usados: vender tralha. Ninguém vai ao engano.