sexta-feira, junho 23, 2006

Um idolo de infancia

Lembro-me perfeitamente de ter 5, 6 anos e pensar que este senhor fazia a melhor música do mundo e que ia achar sempre estas músicas um espanto.

1 comentário:

nocomment disse...

É o que se chama não ter consciência!
E depois nós crescemos.....