quarta-feira, outubro 26, 2011

Visitação

Estive a arrumar fotos. De tempos a tempos é preciso porque tiro 2 milhões delas por mês. Vi umas coisas que não via há muito. Perdido pela Cidade, Global edition:
Londres. Come-se bem. É preciso saber onde.


Estocolmo. Anda-se de bicicleta e rapa-se frio.

Barcelona. É-se gamado a meio da noite nas Ramblas e "salvo" por uma puta.

Amesterdão. O que acontece em Amesterdão fica em Las Vegas.

Porto. É bonito e só não caiu todo porque é todo em granito.

Évora. Tem o Giraldo e um gajo nunca se orienta, é uma rotunda gigante.

Caldas da Rainha. Se não fizer barulho ouço a relva crescer. Tem caralhos de louça.

Ferragudo. Terra de pescadores e o doido da aldeia fuma pelo nariz.

Aljezur. Não é só igrejas. Também tem praias das boas.

Braga. Não tem praias. Só tem igrejas das boas.

20 comentários:

marta morais disse...

este post foi o mais parecido que tive com férias nos próximos anos.

Wiwia disse...

Raclete no B. Market... Schlep!
O que se come em Ferragudo?

Prezado disse...

Sim, Marta, também prevejo que o próximo PPC global edition vai ser feito com fotos ainda mais antigas que estas...

Ferrragudo... Bom, por acaso tem um óptimo restaurante italiano. Mas lá é mesmo peixe à beira do rio.

Nandita disse...

Comentário épico sobre Braga!

Cláudia disse...

O "meu" Ferragudo :)

Mas deixa-me que te diga, tanta paisagem bonita e foste logo tirar foto à placa :)

Há um restaurante muito bom, que só está aberto à noite.
O nome é novo velho ou velho novo.
Nunca me lembro muito bem :)

Prezado disse...

Ferragudo é lindo, é verdade. Mas a placa à noite, depois de uns copos, é fascinante.

Cláudia, copo nos 3 macacos?

Cláudia disse...

3 macacos faz-me lembrar as férias de verão :(

Ainda sou do tempo do Leixão (na praia dos caneiros).
Nessa altura acredita que as placas tinham outro encanto :)

Prezado disse...

Lanchão. Eu idem. Queres ver...?
Isto é mesmo um ovo.

Jibóia Cega disse...

Curti.

calhou calhar disse...

grandes passeios. adorei as legendas.

Prezado disse...

Cada vez que olho para estas fotos penso que fomos desenhados para viajar e que só em viagem é que isto tudo faz sentido. Houvesse dinheiro e acho que não fazia outra coisa: Viajar, escrever e fotografar.

Turista disse...

Querido Prezado, o que eu gostei deste teu roteiro turístico, por imagens!! Eheheheh...

Raquel Fernandes disse...

Hahah o Porto pode abanar muito mas cair nunca cai ;)

Prezado disse...

Isto funciona como paliativo de quem não sai de Lisboa há que tempos.

Raquel Fernandes disse...

Mal, muito mal... Acho que não conseguiria viver em Lisboa, sentiria demasiada falta dos pequenos momentos caipiras de que tanto me queixo no dia a dia.

Prezado disse...

Como, Lisboa não é caipira? Só era mais com uma ponte directa para a Caparica.

Raquel Fernandes disse...

É um caipira diferente. Diferente na essência. I'm always looking the north.

Prezado disse...

Preciosismos. Os labregos são iguais. Mas cá para baixo devem ser mais heterogéneos.

Raquel Fernandes disse...

Não falava de labregos. Falava de caipirice no sentido bom do termo, o síndrome terra pequena no seu melhor. A simpatia, a disponibilidade, a personalização. Preciosismos maybe.

Prezado disse...

Ah, terra-a-terra. Concordo. Mas Lisboa cai menos.