sábado, maio 26, 2007

A margem sul é um deserto.



Foi uma tirada interessante. Gostei do "jamais, jamais", numa pose entre o Castelo Branco e a Quercus (e uma pitada de gajos-contra-touradas), para vincar bem que, neste país, nao permitimos atentados ao ambiente.

Recordo tempos tenebrosos, em que um primeiro ministro que fazia por aparecer com algo novo para dizer todos os dias, fazia o caderno principal do Publico confundir-se com o respectivo suplemento de sexta-feira.
Esses tempos tenebrosos não acabaram, os jornalistas é que estão a falhar.


Pensando bem, o Castelo Branco é a tal pitada de gajos-contra-touradas.

2 comentários:

manula de deus 0.1 disse...

haverá o dia que os políticos não tentem tirar a profissão ao humoristas nacionais? eu queria ver os humoristas a fazerem-se de políticos assim sem mais nem menos. isso sim.

Perdido disse...

nesta terra toda a gente quer fazer de tudo... este só podia fazer de egenheiro, mas quer ser engraçado...