domingo, março 22, 2009

O espaço-tempo, explicado com vegetais

Ia eu fazer uma salada, todo contente na minha crença new-age da "vida saudável", e deparo-me com um frigorífico que não cumpriu a sua função: congelar o tempo.
Eu julgava que todos os alimentos frescos que entrassem no frigorifico estavam escudados do tempo ( ajudem-me os solteiros, devem confirmar esta função do frigorifico ). Não é uma questão de congelar as alfaces, é uma questão de congelar o MOMENTO em que as alfaces entraram nesse voide no espaço-tempo que é um frigorífico. Uma caixa de ovos tem validade? entra no frigorífico, deixa de ter. Um jovem solteiro acredita piamente nisto. Expliquem-me porque não acreditar na ciência e nas suas potencialidades.
Qual não foi o meu espanto, quando penso "olha, vou pôr espinafres na salada", abro a gaveta espaço-temporal e os filhos da puta estão mortos. Foda-se!
Vou a ver o sector espaço-temporal dos tomates e dos limões e a mesma coisa! FODA-SE! Quando fui às alfaces, o mesmo! FODA-SE!! pensei na tradicional omelete, e eis que FODA-SE!!!!!! Mas alto: Ainda na fé que o gavetão espaço-temporal dos ovos tinha funcionado e dobrado a constante Y ( Y= prazo-de-validade-no-topo-da-embalagem), fui ao Google saber se os ovos bons boiam ou vão ao fundo. Como é sabido, No hemisfério norte vão ao fundo, no hemisfério sul boiam. Fiz o teste, safou-se um.

Conclusão: se para ter uma vida saudável, arrisco perder a vida ou lançar uma nova estirpe de malária na europa, mais vale continuar a comer pregos e bifanas no sr. Manel.

os limões tinham cores que nunca tinha visto na natureza.

9 comentários:

gigi disse...

Oh Bruno... Só tu.

Keratina disse...

Adorei este post...

ilustra bem o que se passa...apenas, por vezes, por aqui...lol
os perecíveis não colaboram com os donos-de-casa, lol

Sofia disse...

Já me aconteceu várias vezes. É sina de solteiro.

Prezado disse...

Juro que tava na fé que tinha lá a comidinha toda à minha espera!

Prezado disse...

... e esqueci-me de dizer o que aconteceu quando abri o tupperware do arroz. e o da carne. fosga-se, não sobrou nada.

Edson Medina disse...

Uma vez tive uma cebola que virou planta... ja tinha um caule enorme, mais uns meses e virava um coqueiro ou assim.

Tambem tinha esse problema com as coisas mortas no frigorifico, mas eventualmente acabei por perceber o ingrediente que faltava:

Estrogeneo.

Agora tenho sempre comida fresca no frigorifico. E' tipo magia.

(in)confessada disse...

ja n me lembrava de rir tanto com um post


:)

Prezado disse...

@edson

Por caso devo confirmar que assim que esta estrogeneo nesta casa, isto fica perfeito. A última vez que entrou estrogeneo aqui, fiquei com uma maquina de lavar a funcionar. é mesmo magia.

Tulipa disse...

Parecia a hora de jantar em minha casa ;) e tb fico sempre baralhada com os ovos ;)