sexta-feira, fevereiro 21, 2014

Coisas que me deixam preocupado

O debate sobre a calçada portuguesa.

Vamos lá ser práticos. A puta da calçada não dá jeito. De tempos a tempos dou tralhos monumentais em frente ao Monumental, Deus a ver e não me ajuda, escorregando na puta da calçada. Reparem, não ando de saltos. Nem de sapato italiano. Metam pisos decentes onde eles fazem falta, é uma escolha racional. São estas merdas que me deixam preocupado, porque não há muita racionalidade nas discussões, também faz parte de ser português ser exagerado e dramático, e isto é algo que sei que é possível resolver de um modo racional e atempado, por outro lado sei que o Poder acaba por fazer o que entende porque podemos ficar a discutir temas como este ou a qualidade dos candeeiros do Chiado durante uma semana inteira e o pessoal - até os funcionários públicos - tem mais que fazer. Estou a imaginar um Prós-e-Contras à volta deste tema na próxima semana.

5 comentários:

A Chata disse...

Estarei do lado dos pró.

Luna disse...

Ai não se aguenta, cambada de velhos do restelo.
A calçada serve que primordial propósito: para andar. Ora, e serve esse propósito bem? O meu joelho diz que não desde o último tralho a descer a rua das flores, e provavelmente os cólos do fémur de muitas velhinhas também não. Mude-se algo que não serve a sua função eficaz e seguramente, ora, e deixe-se apenas onde serve só para fazer bonito.

Luna disse...

Já andei a discutir isto no face, qualquer dia sou desamigada por toda a gente.

Prezado disse...

Não há discussões racionais entre o povinho. É impossível.

Me, My Shit and I disse...

Obrigado!! Haja mais alguém racional.
Já estou farta de discutir isso com malta. No FB de uma amiga tive de lhe explicar q a calçada é tãoooo boa e nada perigosa, q desde q estou grávida, p entrar no meu trabalho desço a rua pela estrada pq já escorreguei 2 vezes no passeio (vá lá n cai) e fiquei com medo.
É tirar onde não é seguro e ponto final! Qual é a cena desta gente.
Sim , pq é mto melhor partir um bracinho ou uma perninha do q tirar a "típica" calçada (q por acaso já vi noutros países, mas pronto...)