domingo, novembro 09, 2014

As testemunhas de Jeová são como os taxistas


Abri a porta por engano e aparece uma velhinha muito simpática que me pergunta quem controla o mundo.
Apesar de saber onde isto ia dar, não consegui dizer que não estava interessado, porque estava interessado em responder. Apliquei o modelo de conversa que aplico aos taxistas. Instalo a dúvida, colho conclusões.
- Ah, ninguém. É auto-regulado ( aqui ainda não tinha visto o folheto ).
- Acha mesmo?
- Claro. Tudo o que acontece é mesmo assim.
- Acha que Deus não teve o objectivo de fazer um mundo perfeito para vivermos?
- Bom, o mundo não é bem perfeito para viver. Ou então andamos a construir casas demasiado a norte, olhe o frio que faz.  Não deviamos precisar de tanta roupa.
- Mas como é que acha que tudo acontece como devia acontecer? Há pessoas mesmo más.
- Nah, isso somos todos.
- Não acredita em Deus?
- Como as outras pessoas, só quando estou mesmo à rasca.
- Não acha que há uma ordem em que as coisas são feitas? sem ser física, química... ( vê-se logo que a doutrina é feita por americanos, qual é o tuga que fala de física para questionar Deus? Um tuga sabe que Deus não existe porque nunca ganhou o totoloto ou porque o Benfica não ganhou a semana passada )
- Tem dias.
- Sabe, quem manda no mundo é Satanás.
- Ah.

Conclusões deste tempo recorde que passei com uma testemunha de Jeová: Estão a ficar melhores, dantes eu abria a porta e começavam a debitar sem parar até eu conseguir apanhar-lhes uma pausa para respirar para os conseguir interromper. Ao contrário dos taxistas, estes não têm dúvidas em nada. Um taxista ainda se questiona porque respeita as hierarquias: Pessoas de fato, Pessoas que sabem de bola como eles, Pessoas que dizem coisas mais estranhas que eles.

1 comentário:

Sílvia Maria disse...

'..Só quando estou mesmo à rasca'...essa foi muito boa :) Somos mesmo todos assim