quarta-feira, fevereiro 20, 2008

cafézinho pela manhã, e lá desperto...

Agarras-te à hora
Em que o tempo não passou
Mergulhas nas cores
Que a loucura te emprestou
E quando te vês para lá do espelho
Encontras a solidão

Descobres o Mundo
De quem tem pouco a perder
E sobes às estrelas
Que ontem não podias ver
E perdes o medo de estar só
No meio do multidão

Tradições
Atrás de contradições
Fizeram-te abrir os olhos
Podes dizer:
Eu... sou

Jorge Palma - Só

4 comentários:

Porcos no Espaço disse...

Queremos o Perdido de volta!!

Perdido disse...

mais perdido que isto? ja viste a profundidade?

tudo bem, os posts inconsequentes seguem dentro de momentos....

Maçã de Junho disse...

A agenda, a obra, o universo artístico de Jorge Palma actualizado em www.bloguepalmaniaco.blogspot.com
newsletter/informações: contactar ladoerradodanoite@hotmail.com

Perdido disse...

"palmaniaco"? epá, é só uma letra. Gostar de ouvir 3 ou 4 não me faz entrar na tribo, pois não? pensava que eram mais criteriosos... ;)