terça-feira, novembro 27, 2012

E coiso

Tenho andado com pouco tempo para conversas e isso reflecte-se na qualidade e frequência dos posts aqui no PPC. Resultados, 3: exploro temas inócuos em posts auto-cumpridores. Como não converso muito e 80% das tretas que me lembro aparecem involuntariamente a meio de uma conversa, não tenho nada de novo. E ultimamente nocto que a medo de usar o maldito acordo orctográfico acabo por ser mais pacpista que o pápa só para não dar o braço a torcer a estes otários que acharam que liberalizar o português traria alguma vanctagem de algum tipo mas basta parar para ler as legendas dos telejornais e vê-se que o producto final desta besta acéfala é uma bosta que ninguém entende: nem portugueses, nem angolanos, nem brasileiros, nem guineenses nem ornitorrincos. É só uma perda de tempo para todos. Quando é que percebem que isto não é vantajoso nem moderno? Desistam, revoguem este aborto.

10 comentários:

Gigi disse...

Estás a confundir liberalização com furto.

Prezado disse...

A imagem do furto com que fico é a cena do ídolo de ouro no início dos salteadores da arca perdida: tiram o verdadeiro, metem um de chumbo dourado no sítio e ninguém nota a diferença. Só que aqui nota-se.

Gigi disse...

Aqui trocaram um ídolo de outro por uma poia de cavalo, e estão a espera que tu te habitues ao cheiro.

Gigi disse...

Outro=ouro...

Lia Ferreira disse...

Ahahahah!

bluesy disse...

Não tens tempo pa escrever merdas decentes, mas pa ir ao meu blog fazer comentários infantis e de conotação duvidosa já arranjas.

bluesy disse...

Como disse a mulher de um futebolista quando lhe perguntaram a opinião sobre a violência doméstica: "Acho mal".

bluesy disse...

E a Lia devia estar a ler o MEU blog. Vou lutar por tempos de antena na blogocena.

Julie D´aiglemont disse...

Estou com a tua luta contra o desacordo. Por mim dever-se-ia escrever pharmacia, gaz, prohibido...

Prezado disse...

Gigi, aos cavalos não se lhes atribuem poias. Só bosta.

Lia, lia.

Bluesy, deixa a Lia em paz, ela só vem cá dizer "ahahaha" duas vezes por mês. Meteste-te a jeito com um post daqueles.

Julie, preferia voltar ao latim que ver onde isto pode parar.