terça-feira, outubro 22, 2013

Há uma linha que separa

Há linhas de baixo e linhas de lado. Há a linha continua e a linha alinhada. Há  linhas curvilíneas e a linha rect... espera mas se é uma linha curva é curvilínea por definição e etimologia isso é como dizer que um círculo é circular ah espera agora é que estou a ver, estou a meio dum daqueles anúncios ui vou continuar, a miúda é gira, só não curto é aquelas bandas horizontais cortadas, gamadas de vídeos de anos 90 combinadas com visuais de videoclips modernaços Há a linha ofensiva e a linha ofendida, há linhas comprometidas linhas perdidas linhas que nem comento. Há alguém da Linha está? só um momento. Há a linha de fogo, a linha dura e a de alta costura. Alta costura? linha de apoio? mas espera é só rimar é que há bocado parecia um cliché de spoken word aquela pausa pseudo cool e parecia que ia a qualquer lado, agora é só rimar ah assim é mais fácil espera já volto há linhas de avião de legumes bordados e cortumes há linhas de papeira vinhos pianolas e madeira, há linhas semanais linhas de meloa linhas a ligar Berlim com a Brandoa. Há linhas de crédito linhas de pó linhas de guitarra e linhas de meter dó.
Há linhas. E há uma linha que separa um copy de um poeta. Essa linha acaba aqui:

Poeta, qualquer
________________

Televisão generalista, todas

2 comentários:

São João disse...

Sindrome Pedro Abrunhosa:
Um cigarro apagado, uma retrete entupida, uma garrafa vazia, um gargalo apertado, um chouriço assado, uma morcela de arroz, um candeeiro apagado, ad aeternum

(um dia quando eu for lésbica vou ter fantasias com a Sónia Balacó)
(e com a Scarlett Johansson também)

Prezado disse...

Mas isso é considerado genial. Se calhar devias falar com o homem.

E já podes ter fantasias hoje, a Sónia não morde.