quinta-feira, julho 12, 2007

Livros

Leio muito. Muito mesmo.
Leio jornais, de uma ponta à outra, obituário e secção de economia incluido ( às vezes, chego a ler as noticias sobre futebol ).
Leio blogs, leio revistas. Leio embalagens de shampoo.
Livros, vou deixando passar. Mea culpa.

E agora um fim de semana alucinante pede-me para escolher e propor cinco livros. É a vida. São antigos, pois. Não se queixem:

O Nome da Rosa, Umberto Eco. Lido e relido.

Segundo livro de crónicas, António Lobo Antunes. Historietas no bairro da infância, Benfica por coincidência.

Ensaio sobre a cegueira e Memorial do Convento, José Saramago. O que gosto é da imagem. E o que lembro é a facilidade com que construo um filme, cena a cena, a partir destes livros.

Paris, Os Passeios de Um Flâneur, Edmund White. Passear à deriva, numa escrita limpinha.

Agora passar a bola... Tenho de pensar nisso.


Voltei hoje, completamente exausto, a precisar de descanso das férias. O post ( ou posts ) de resumo das viagens por Londres não é hoje. Tou estafado.

3 comentários:

António P. disse...

Caro Perdido,
Thanks e não se preocupe em passar a bola. Descanse e volte em forma.
Um abraço

Vee disse...

Bom regresso :D

Perdido disse...

O vicio suplanta o cansaço...