terça-feira, janeiro 03, 2012

O capitalismo

- Não deixes sair a gata.
- Por mim nunca saía...
- Como ela sai e roi a planta da vizinha da frente, aquela gaja meteu uma planta venenosa, ela quer matar a gata.
- eh, a vizinha quer matar a gata? achas que a vizinha foi à wiki procurar plantas-que-matam-gatos e pôs lá uma de propósito? Ela não tem wiki.
- Vai lá ver. Aquelas são venenosas para os gatos.
- Ah, aquela. Mas aquilo não é hábito toda a gente ter no Natal? Não é uma flor-do-natal? Não sei o nome. Acho que a vizinha tem mais que fazer...
- É para matar a gata.

11 comentários:

Pólo Norte disse...

ahahahahah

Pólo <2 Menina do Trombone!

Capitu disse...

loooooooooooooool! Também quero uma dessas e já agora uma que mate um cão.

Capitu disse...

Olha lá, mas tu agora passas a vida a pedir dinheiro?

Prezado disse...

Todo o que possam dispensar, pitu. Não quero ter de emigrar como os outros capitalistas.

Capitu disse...

Terreiro do paço... é para lá que te deves mudar!

Julie D´aiglemont disse...

Tenho uma dessas árvores no jardim, mas a única coisa que mata os gatos são mesmo os meus cães (piada de gosto duvidoso, mas ancorada na triste realidade de os meus cães serem uns selvagens).

Prezado disse...

Julie, tás a pisar terreno perigoso a falar gatinhos fofos mortos... Isso na blogosfera dá direito a apedrejamento público.

Cat disse...

AHAHAHAHAHAHAHAH

Estrela de Natal. Ou azevinho. Decide-te.

Prezado disse...

Estrela de Natal.

calhou calhar disse...

humm, também ouvi essa história/teoria da conspiração ;D

Prezado disse...

Decerto de forma mais isenta.