quarta-feira, janeiro 23, 2013

Breaking badly

Hoje, pelo meio de uma tarefa espetacular onde invariavelmente remetem "comunicação visual" para o campo do empirismo e da dica de café percebi que todos podemos ter uma falha ética qualquer e, como no Breaking Bad, alinhar por um ganha-pão menos convencional em desespero de causa. Infelizmente os designers só darão para putas.

4 comentários:

São João disse...

E também não damos beijos na boca.

(podemos sempre falsificar cenas, já tive algumas propostas indecentes)

Alexandra, a grande disse...

É que nem para strippers servimos. Os clientes geralmente não gostam de nada muito despido...

Prezado disse...

A diferença entre o que faço hoje e a prostituição é a quantidade de roupa.

Clara disse...

podem sempre tentar uma profissão de futuro em portugal: solicitadores de execução.