quinta-feira, janeiro 29, 2009

Update

Ontem pude confirmar de novo algo que reparo entre amigos, pessoal do trabalho, bloggers: Como andar pela cidade, a pé, de autocarro, de elétrico, de taxi ( ui, os taxistas ) é um hábito e uma necessidade que me põe em contacto com todo o tipo de pessoas e com as vidas que levam ( people watching, sim ) . E fico a ver como isso muda o que penso, falo e como vejo a minha própria vida. Ajuda-me na minha criatividade. Ajuda-me a encontrar a insanidade normal do dia-a-dia. Depois, fico a pensar nas ideias que tem alguém que sai de casa, se tranca no carro sozinho, chega ao trabalho e volta, da mesma forma, sem ver nada de mais ninguém.

É uma necessidade, claro. No dia em que tiver um chaufeur, venho aqui apagar este post.

7 comentários:

edson disse...

Engraçado, já pensei o mesmo inúmeras vezes. Tenho ate ideia de que as pessoas que andam de carrinho para trás e para a frente costumam ter uma visão meio distorcida do mundo, muito egocêntrica.

Prezado disse...

sim, um bocado fechada.

Em publicidade, em especial, choca-me a falta de visão do que é o dia-a-dia normal da maior parte da população de uma cidade. Parte-se do princípio que toda a gente vem a ouvir a tsf no seu carrinho, com o ar condicionado ligado nos 21 graus, e as zonas da cidade fora do caminho são só para meter gasolina fora de horas.

António P. disse...

Caríssimo,
Espero bem que um dia tenha um chaufeur e que de vez em quando o dispense e continue o seu"people watching" para manter a sanidade mental.
Um abraço

Prezado disse...

Pouco falta, caro António. Pouco falta. Isto da crise é só fumaça.

Sofia disse...

É das poucas coisas boas que se tem em andar de transportes.

maggie disse...

TU??!!! Dear "Brunikas" de chaufeur??!!! era bonito de se ver...
Coitada da criatura!! confio que no momento desse acontecimento já existam chaufeurs robotizado, para que consiga "aturar" o "mau" feitio matinal, do seu monsieur.

Quanto a mim, agradeço ao Universo, por ainda não te ter disponibilizado esse pedido.
Pois todas as estórias contadas através de ti desse "people watching" são hilariantes, de ir ás lágrimas!!!!
Acho que tu próprio terás uma certa dificuldade em te adaptares a essa realidade*...
mas como tudo está ( e ainda bem) em constante mudança* faço votos que seja num futuro muito breve*...

UM brinde ao teu "pleople watching" e á tua "sanidade mental"!!!!!!!!

Prezado disse...

Cheers. Que a força esteja contigo.