sábado, julho 09, 2011

Novas rotas

Passei mais tempo no Torel esta semana do que na vida toda. À hora de almoço faço estatísticas sobre esplanadas-vistas-do-Torel enquanto isto, a menina da ponte traz as saladas a passo lento devia avisá-la que a ponte está a afectar-lhe a travessia da esplanada, ergue-se do decote, atravessa o peito, sagital longa e a fundo, mas corre mal, aconselhava-lhe a água salgada mas já não deve chegar a do rio tem de ser de mar alto. O part-time como agrimensor lisboeta leva-me agora ao Rossio, ao Martim Moniz, à Calçada de S. Vicente, à baixa no geral, durante o dia. Depois, não há grande gosto em passear à noite depois de dias ocupados por outros trabalhos, muitos e descoordenados. Blogar não tem compensado. As imperiais são mais baratas que as fitas da máquina de escrever sempre a amuar com merdas essas os tremoços assegurou-me o homem da tasca só são cobrados quando estes se comem ao sol, como este Verão tem sido de segunda tenho poupado mais. Conto voltar ao Torel para a semana para ver como vão as obras.

3 comentários:

Capitu disse...

Blogar compensa sempre, meu caro Prezado!

Prezado disse...

Ah sim? fale-me mais sobre isso, cara Capitu...

Xuxi disse...

Blogar nao t2m sido compensado?!? Coofcofff BILF!