quarta-feira, junho 13, 2007

Hoje uma sobrinha fez anos


Os sobrinhos emprestados estão a aumentar, esta é a mais recente. Mas a mais velha, também. Como é uma menina, é precoce. Sabe-se que a elas, dá-lhes a inteligência mais cedo, é genético.

Começou a fazer a mãe pensar na vida bem mais cedo do que seria esperado. Começou a dar trabalho. Começou a trancar-se no quarto.
Começou a ter cortes de cabelo muito-à-frente.
Começou a procurar leggings, leitores de mp3 e camisolas de riscas horizontais com mais 30 cm do que é preciso.
Começou a ser uma teenager.

Mas ainda não acabou o que é próprio da idade. É ser autêntica.


O tipo do cachecol foi encontrado nas Caldas.

4 comentários:

[Zé] disse...

Been there... exceptuando talvez a parte dos leggings... definitivamente...

:)

[Z]

Perdido disse...

nunca se sabe.

angela disse...

E pronto, lá me obrigaste a fazer um post. O que é que não se faz por uma filha? Afinal é mesmo verdade, isto não morde. Bem, não podia deixar de te dizer que fiquei sensibilizada com as palavritas. Afinal de contas trata-se da minha filha, tua sobrinha, e como tal mesmo com leggings, leitores de mp3 e camisolas às riscas iguais a tantas outras, será sempre única, especial e irrepetível.Outra assim não faço. Quanto a ser uma teenager...anda lá perto mas, enquanto me chamar de mamã coelhinha acho que posso estar descansada, não achas tio?

Perdido disse...

Sim, podes contar com uma filha assim mais uns anitos, apesar da idade do armário chegar a passos largos.

A tua filha é que me obriga a estas figuras, se ela não fosse assim tão fofo-zen, era mais facil ignorá-la...