quinta-feira, junho 14, 2007

Santos












Estes são os protagonistas da noite de Santo António, lá na aldeia. Um casal de namorados, que do topo do pinheiro espetado no meio da praça, vai esperando a meia noite.

Na noite de Santo António, além do que é habitual em Lisboa ( sardinhadas, manjericos e afins), temos um momento profano: dois bonecos, representando um casal de namorados, são queimados numa fogueira à meia noite, ao som da banda filarmónica. Ninguém sabe muito bem de onde vem esta tradição, que já se faz há demasiados anos para se lembrarem quando começou.


Um casal que foi apanhado em flagrante e resolveu-se a coisa assim a quente, ou algo mais profundo e simbólico?

4 comentários:

Raquel disse...

aqui juntam casais, mandam moedas para encontrar um par, e voçes queimam-nos!

gosto disso!!

J.J.J disse...

Por aqui os santos vão perdendo o folego.
Sardinhas e pouco mais.

Perdido disse...

Este é mais macabro, pois. pra que queimar alcachofras, quando se pode qeimar o vizinho?

D. Maria e o Coelhinho disse...

TOU MUITO CHATEADA !!!

TOU MUITO CHATEADA !!!

TOU MUITO CHATEADA !!!



D MARIA