terça-feira, junho 05, 2007

O Professor Roberto

Apanhou-me de surpresa, esta notícia. "O Professor Roberto morreu". Não encaixei. Não tomei como muito certo. Boatos. "Coisas de Net". Talvez não fosse verdade.

Há meses, no alentejo profundo, no meio de nada, num almoço de trabalho, descobri que tinha a companhia de um amigo do Roberto. Na conversa, falando de professores, de pessoas, de exemplos, o nome teve de vir à baila, descobrimos um amigo em comum. Vi como o Roberto era estimado, e como tocava de uma forma tão positiva, profunda e inesquecível toda a gente que o encontrava: alunos, amigos, colegas. Como era dado como exemplo de um ser humano de excepção. Mas não é exagero. É mesmo assim, e tudo isto já era sabido antes de partir.

Sei que o Roberto deixa uma tribo gigante, uma irmandade de Johns, Marys e Tótós, que andam por aí, aos milhares.

E sei que não será esquecido, o que o faz imortal.

2 comentários:

António P. disse...

realmente foi no Alentejo profundo que o Roberto nos apresentou !
E cá vamos falando via blogs.
Infelizmente tive de dar esta triste notícia e ainda no sábado anterior tinha estado a jantar com o Roberto. Mas a vida continua e o Roberto de certeza que nos continua a empurrar para a frente.
Um abraço

Sonia&Mi disse...

Triste, muito triste ... e tb eu fui apanhada de surpresa!