sexta-feira, março 04, 2011

Mascarado

Vou-me mascarar de gajo-que-vai-passear-no-fim-de-semana e que se tá marimbando para o Carnaval. Deixo aqui o meu manifesto anual contra o desvirtuar do carnaval português, as porras das escolas de Samba - Percebam de uma vez por todas, por favor, que estamos ainda no Inverno, chove, faz frio, no Rio é Verão, tá um calor que não se pode, lá não chove, só há incendios, aqui tá frio tá frio tá frio não têm a mesma quantidade de mulatas por metro quadrado que o Brasil tem, não temos orçamento, não temos jeito, as miudas são todas branquinhas e e tímidas, deixem o samba para quem sabe porra meter brancos a dançar é uma asneira brutal, elas nascem já a saber rebolar - e os desfiles totós. Fazemos sempre figura de tansos. Não é por nada que o melhor que temos são os caretos de Podence. Isso sim, figuras que aterrorizam a população, que andam a tirar o sono a todos, que metem medo às crianças, que têm brincadeiras parvas, isso sim, ah o terror.

7 comentários:

Rachelet disse...

Fuck yeah.
Quem se ri são os brasileiros, que ganham o ordenado de um ano sem novelas só para serem os reis do Carnaval de Torres Vedras ou Ovar.

Prezado disse...

Wahahaahaha Esqueceste-te de referir que normalmente são actores de novelas que EU ainda me lembro, tipo roque santeiro e sassaricando ( há 20 anos foda-se ) .

Rachelet disse...

Quem aprecia a carnavalada claramente não cresceu com o Carnaval de Loures. Se fizessem um dicionário fotográfico, estava na entrada para «Decadente».

Prezado disse...

Eu apanhava o das Caldas. E o de Peniche. Confirmo.

Meio Cheio disse...

O portugues foi feito para se mascarar de abobora e passear pelas ruas...não para meter uma tanga e rebolar à chuva. Problemas de identidade é o que este povo tem --'
Bom fim de semana*

Ísis disse...

Sugiro que leias o meu post de hoje de manha no meu blog...acho que partilhamos do mesmo "amor" pelo carnaval...

Edson Medina disse...

Mwahhahhaha! E o carnaval da Madeira? Tantas quadrarinhas com dois pés esquerdos a rebolar fora de ritmo. Adoooooro!