quarta-feira, março 16, 2011

Tascos? Dicas precisam-se

Hoje aventurei-me mais um pouco à hora de almoço e entrei em mais um tasco desconhecido. Jackpot, azia para 2 dias.
Mas há tascos e tascos... Vamos lá listar cantos, restaurantes, tascos de Lisboa.

Stop, de Campo de Ourique. Passo.

7 comentários:

Tulipa Negra disse...

Arêgos, em Santos (em frente à embaixada de França).
Zé Varunca, na R. de São José.
Há mais, mas a esta hora não consigo lembrar-me... :)
Bom apetite!

marta morais disse...

já tinha constatado que o teu conceito de tasco é muito distorcido: o stop de cpo de ourique é um restaurante fino e caro (e muito bom), só lhe chamas tasco porque é apertadinho e tem posters do belenenses nas paredes...

Prezado disse...

Tulipa, por acaso a de ontem foi na rua de S. José...

Marta,
Fino? nunca vi entrar lá uma dondoca de salto alto. carote sim. Mas sim, é só pela estética tascosa.

Cat disse...

O Cantinho do Alfredo, o tasco lá da minha rua, que já saiu na Time Out e tudo :P
Em Campolide ;)

ps - o dono chama-se Albino...

Estrela disse...

Bota Velha, na Domingos Sequeira, na subida para Campo de Ourique. Esse é mesmo tasco tasco, mas tem dos melhores pica-pau que já comi.

Diana disse...

Taberna Ideal, em Santos.

Dylan disse...

Aqui no Norte também há tascos bem interessantes. Até há um livro publicado com os tascos mais antigos do Porto.