segunda-feira, setembro 10, 2012

Quem quiser pode pegar nisto porque me vai fazer feliz

Pitch para um programa de televisão:

  • Programa de uma hora, em formato de noticiário. Mesma estrutura, mesmo tom de comunicação, mesma linguagem.
  • Apresentador conhecido, algum dos canais recentemente privatizados. 
  • Notícias generalistas.
  • Opiniões com convidados semanais, sempre pessoas diferentes e não descendentes de figuras do antigo regime, diplomatas e intelectuais da praça. Professores, escritores novos, pintores. Nada de gente dos tedtalks nem empresários.
    Feature principal: Relato diário de um golpe de estado em Portugal, com descrição progressiva dos efeitos desse golpe de estado nas maiores instituições ( justiça, poder legislativo, banca, autarquias ). Diferenças visíveis no quotidiano do Portugal pós-golpe. Entrevistas de rua, depoimentos, opiniões de envolvidos. 
  • Programa low budget visto ser possível resolver a falta de imagens - por exemplo uma chaimite a atropelar 24 BMW's num stand na EXPO depois de ter saltado uma fonte em turbo boost - com a frase "não temos imagens deste acontecimento" como era feito nas notícias reais em 89.

Eu seria espectador disto todos os dias.

2 comentários:

tiago leal disse...

Tu e eu! Manda isso para as tv's que isso é um sucesso imediato! :)

Sónia Luciano disse...

há dias li num artigo..que maior mal que a crise financeira é a crise de valores da sociedade em particular e muito grave, a crise dos meios de comunicação, que já não são fontes fiáveis para uma comunidade "sedente" de informação de confiança...