terça-feira, maio 14, 2013

Surf depois do prazo

Fui a um surf camp ( esta frase tem um improbabilidade estatística tão elevada que parei um bocado aqui a olhar para ela).
 Lentamente a minha técnica tem melhorado e agora posso dizer que estou consistentemente a ser nabo. Atingi um patamar técnico que me concede fazer mais ou menos as mesmas manobras de uma forma previsível: levantar-me e cair.
Apesar de ter a ajuda de uma prancha a que toda a gente chama "cacilheiro" ( pela imponência em várias ordens de grandeza), não pensem que o tamanho da prancha melhora o meu equilíbrio ou a postura. Não. Apenas adia por micro-segundos a segunda parte da manobra "levantar", o "cair". "Levantar" e "cair" não são manobras de somenos porque são predecessoras importantes de manobras como Cutbacks, Tailsides, Air's, 360's. Todos os grandes passaram pelo "levantar" e conto com esse dogma também.
Amanhã explico melhor como é que se faz figura de urso no surf.

4 comentários:

Mak, o Mau disse...

Caramba, por um momento li "Fui a um smurf camp" e pensei que haviam get togethers organizados para fãs de estrunfes. Nisso eu alinhava...

São João disse...

Se eu trocasse surf por ballet, era a descrição quase perfeita das minhas aulas. Sendo eu própria o "cacilheiro".

zozô disse...

São João, isto também descreve bem as minhas aulas de equitação. (Sendo que a minha égua é que era o cacilheiro, não eu. Era o que mais faltava.)

Prezado disse...

Podia ser frustante eu pensar que vi um gajo do tamanho de um cavalo ( ou égua ) num cacilheiro mais pequeno que o meu a sacar ondas e eu na mesma a remar feito otário. Mas não.