sexta-feira, janeiro 21, 2011

Fuso de Kyoto

Ultimamente isto tem andado difícil. Não há tempo, os unicos passeios a pé são os do trabalho para casa e já não tenho muito mais acrobacias para fazer. As paralelas estão esgotadas, as perpendiculares também, os becos descobertos, tudo esgotado. Um caminho de 15 minutos já me levou 45, já não há nada para ver. Concluindo:

S. Sebastião da Pedreira - todas as ruas vistas.
Saldanha - todas as ruas vistas.
Arroios - todas as ruas vistas.

Mas se me perguntarem "onde é a Almirante Reis?" não sei responder, a memória de peixinho não dá.

2 comentários:

Escárnio disse...

volta a mudar-te. Simples.

Prezado disse...

Na, eu gosto de viver ali. outra ideia genial: E se passar a sair a horas do trabalho?