quarta-feira, janeiro 19, 2011

Hecatombe quinhentista passarola voadora cisão do átomo radar

Quando eu pensava que ia ter descanso, depois de um dia de trabalho infernal, dá-se o Apocalipse. O firmamento treme, o Tempo engole o Espaço, dimensões cruzam-se, golfinhos batem de cabeça nos psichés azuis a realidade expande é maior ontem 37 graus organelo algoritmo batata tudo colapsa 3 amperes Alpha é Omega Omega é Alpha perante o nome da filha da Floribela:

Leyonce Viiktórya



Andam há anos com aceleradores de partículas a tentar fazer isto e a Luciana Abreu conseguiu só com uma combinação de letras!
Eu já volto aos meus temas intelectualmente fascinantes, claro. Mas isto é tão foda-se-alguém-me-acerte-com-um-objecto-contundente-num-olho que tenho de comentar.
Eu esperava uma fusão - tinha sido prometida - dos couve flor nomes dos pais. Mas esperava que o critério fosse "ok, vale tudo menos regras ortográficas do planeta Melmac, sim amor?". Não. Errei.
Já me dói a cabeça, tenho de ir para o abrigo, os raios gama estão a queimar demasiado e já não aguento muito mais tempo. Capitão Haddock, desligue o rádio que está vento.
Pessoal das barracas, inspirem-se.

3 comentários:

Julie D´aiglemont disse...

Planeta Melmac?! Alf, és tu? Oh que nostalgia!

Escárnio disse...

Bem, o nome inspirou-te. Deveras. A mim... nem sei que efeito teve em mim. Acho que agora tenho motivos para acreditar em qualquer coisa.

Constança disse...

Tens no nosso no cantinho uma aplicação maravilhosa para que não fiques ciumento!!Tu também podes ser Lyoncizado! :)