segunda-feira, março 05, 2012

Manipulação genética em casa

Anos de aperfeiçoamento genético. Até choro.

O Passos, sabendo do peso político deste blog na opinião pública - esqueçam o 5 dias, o esquerda.net, o 31 da armada, o arrastão, essas chachas atreladas ao poder e orientadas por cata-ventos - devia agradecer-me a criação desta espécie nova de planta.
Baptizada Passusflora Impavida Resistensis. Ordem das Locatáreas, grupo das subaluguérias. Tenho andado a trabalhar nela desde que o PSD está no governo e só agora posso mostrar os resultados do meu trabalho, só agora tenho a certeza que tenho um produto nacional de qualidade pronto a ser lançado no mercado.
A Passusflora é a nova planta caseira urbana. Se as outras plantas mais fracas precisam, além de água, de que falem com elas, a Passusflora Impavida prefere só ouvir queixas e não é raro deixarmos cair uma lágrima ao lado de uma. Água precisa de pouca - o vaso custom-fit que permite poupança extra é vendido separadamente - 1/4 de bica de água por semana basta. Do valor estético nem me adianto muito pois está à vista, o verde viçoso lembra musicas do Fausto e convida à austeridade. Como ulterior e espantosa capacidade, depois de ter cumprido o seu papel como planta de casa, transcende-se, podendo ser usada na cozinha como substituta da cebola.
A Passusflora tem tudo, mas não um nome mais comercial, o que me dificulta a defesa contra multinacionais como a Monsanto. Alguma dica?

11 comentários:

Anónimo disse...

Tenho 3 iguais a essa, mas na versão amarela. Estou muito feliz desde que fiz esta aquisição.

Xuxi disse...

Muito Moviflor, gostei tanto; iaso ainda vira moda :)

Prezado disse...

A menina do trombone vê o decor dela ser chamado de Moviflor, vai ser um golpe...

calhou calhar disse...

eu chamava-lhe cebela, porque é lindissima.
:p

Julie D´aiglemont disse...

Uma gaja anda uns tempos desaparecida (assoberbada de trabalho, carago), chega aqui e descobre que Prezado se tornou num criador de plantas.

Maria disse...

e dá flor? qual a melhor altura do ano para germinar? agradecida.

Prezado disse...

Julie, já andava a pensar em contactar-te para venderes a planta em Cascos, pelo tempo que demoravas...

Maria, Nao tem flor, é assim austera. Planta-se, por coincidência, na mesma altura da cebola.

Carlos Caria disse...

Não me faças chorar, isto é plágio.
Que eu saiba já havia a soupa de cebola, ou será que pretendes fazer mais para ajudar o Mota Soares na suas sopitas.

blue eyes disse...

No caso de tal existência ser real, basta que continue a ser alimentada com o tal 1/4 de bica de água por semana, e um destes dias dará uma uma "bolota", que abrirá em flor redonda como um pompom, e que depois de morrer e secar, dárá as sementes do futuro... dela e de outras iguais... ou melhores, quem sabe.
No entanto imagino que não precise de tais dicas e muito menos de comentários de agrucultura de quintal. Já o Coelho e seu séquito precisam muito de uma boa tonelada delas, largadas à porta de S. Bento, assim grandes e ásperas para descascarem e verem o que é bom... passava-lhes logo a tosse...
:-)

Prezado disse...

Blue, caso a verdura seja daquelas que é venenosa não-cozinhada, convidava-os para um sushi vegetariano.

Anónimo disse...

A Passus Batatus Tb tá uma bela planta e desenvolve se em locais obscuros. Complementa a colecção Crisis. Maf