terça-feira, maio 01, 2012

1º de Maio

Ah foda-se, como eu gostava de desligar do mundo mas não deixam. Então o Pingo Doce - a partir daqui passo a referir-me a este supermercado como entidade abstracta para não fazer ainda mais publicidade, já chegou a de hoje, o pessoal do marketing da jerónimo martins já deve ir na décima garrafa de champomix com a tourada de hoje - faz uma promoção - o tal que não tem cartões nem faz promoções - de 50% de desconto e o povinho foi aproveitar? Acho óptimo.
Agora vou falar de neo-liberais e capitalistas, pá gente que não é diferente dos outros mas que me mete especial nojo porque abusa da situação de poder que ocupa no sistema político em que vivem - chama-se ter-guito - e faz o que entende para manter essa posição de vantagem. Vou tentar explicar, nos termos que conheço e do que sei de economia e mercado, o que acho deste episódio:
Filhos da puta dumping cabrões chupistas do caralho imoral abuso atropelo aos direitos laborais cartelização monopolização palhaços crime económico manobra gratuita terrorismo publicidade fantástica ética de minhoca palhaços fascistas
Obviamente.

Edit: se alguém acha que isto é o melhor que se pode fazer com o capitalismo ou outro ismo qualquer e que o caminho do progresso passa por aqui, lamento.

9 comentários:

marta morais disse...

este ano tinham 366 dias para fazer esta promoção, mas...

Prezado disse...

Mas assim tem o devido impacto: o pessoal do contra espuma, ah pois espuma.

Clara disse...

e são isso pq?

stiletto disse...

Foi cá uma manobra de marketing mas que manobra! Não só os trabalhadores trabalharam mas os supermercados estiveram a abarrotar e as caixas a facturar!

Prezado disse...

Clara, ali no meio estão os termos googláveis. Eu não tenho jeito para política, sou só um navegante de maionese. Especialmente em ética. Aí é que fico horas e horas a navegar.

Longe de mim querer que as pessoas só abram a boca para serem coerentes e frontais, mas quando os nossos neo-liberais estiverem prontos para o anarco-capitalismo, então dar-lhes-ei atenção.

Stiletto,
Vai-se falar disto toda a semana. O pessoal que lá foi porque tem motivos para isso, aqueles a quem correu bem e aos que correu mal, o 1º de Maio que é atropelado mas ninguém diz nada sobre isso, os trabalhadores que estiveram lá a trabalhar num circo para o qual não foram convidados, a esquerda que acha isto uma exploração da dignidade dos pobres burrinhos que não sabem distinguir o mal do bem, a direita que se está a cagar pra tudo desde que meta guito a mexer, os sindicatos a bufar, e os deputados calados. O Garcia Pereira até vai dar entrevistas.

Quem? disse...

Foi para compensar os empregados que foram aconselhados a esquecer o 1º de Maio, pois vão dividir os lucros (deste maravilhoso dia que vai ficar na sua memória) com eles. Right?

Prezado disse...

Stiletto,

O Garcia Pereira está no canal 1.


Quem,

A esta hora os empregados já devem estar a sonhar com o evento do ano que vem, agarrados ao saco de dinheiro que ganharam...

Clara disse...

bom, eu posso dizer que estive nas amoreiras, vi as lojas TODAS abertas (jumbo incluido) e não vi nenhum piquete de greve nem preocupação dos sindicatos com esses trabalhadores.

eu as motivações da jerónimo conheço. as do sindicato nem por isso...

se é para insultar pois muito bem, mas ao menos sejamos coerentemente abrangentes.

Prezado disse...

Clara, Só posso adiantar o lógico, sendo eu um curioso quanto a sindicatos: o milagre da omnipresença está reservado a deus, não aos sindicalistas. E eles refilam sobre tudo, como é que poderiam ter deixado passar isso em branco? Falaste com algum?