quarta-feira, outubro 27, 2010

Gostos adquiridos

Em vez do Galeto, vou à Mexicana. E perguntam-se: Este tipo só vai a pastelarias de velhos? Bom, sim. É raro ir beber café a estabelecimentos com menos de 50 anos. Por isso cada vez vou mais longe. Temo que até ao fim do ano passe a tomar café em Benidorm, depois de ter esgotado todos os "café central" nacionais.

12 comentários:

Crente disse...

Devias descobrir esses cantos cá pelo Norte. Dava jeito :)

senhorita valdez disse...

se quiseres envelhecer 20 anos tens a ertilas em campo de ourique.

Prezado disse...

Essa não conheço.
Aqui ao pé envelhecer em estilo é na Versalhes.

Marlucinha disse...

o problema dos cafés com mais de 50 anos é o pessoal que la trabalho. trombudinhos, mal dispostos e arrogantes.

Cat disse...

Quando era adolescente, adorava ir à mexicana comer panquecas. As melhores do mundo, achava eu.

Prezado disse...

Antipáticos há em todo o lado.
Por acaso nisso tenho sorte, acho que as pastelarias mais antigas são o refugio dos senhores do tempo do "bom dia", "boa noite", "obrigado" e do "paga ou levas nos cornos, palhaço".

Marlucinha disse...

pode ser k seja azar meu. cada vez que vou, calha-me a fava...

Louco disse...

Nos cafés com mais de 50 anos sou normalmente bem atendido.
Quando quero uma experiência de atendimento realmente desagradavel desloco-me a um qualquer "Aquarius"!

Tio do Algarve disse...

Na minha adolescência ia lá muito, quer à Mexicana, que ao Galeto (menos, é claro).
Já têm 50 anos? Na altura pareciam quase novos :)

S* disse...

Eu é mais pelos bolos.

Mamã disse...

Pior que o Galeto, só a Mexicana mesmo. O Értilas tem os melhores croissants de C. Ourique.

Prezado disse...

"pior" como? O Galeto é o Galeto.