domingo, agosto 25, 2013

Tribos urbanas na pós-adolescência, um estudo

Estudos sociológicos efectuados nos últimos 20 anos - relembrados ontem à conta de uma ida ao Bairro - revelam que os humanos pertencentes a uma tribo urbana especifica nunca se identificam como tal. Tratam-se dos betos.
Pegue-se num gótico para comparação: Tem uma indumentária definida, uma musica certa, uma postura, uma estética fácil de definir. Identificam-se como tal abertamente.
Betos podem usar camisolas aos ombros, serem todas louras, argolas nas orelhas do tamanho de LP's, roupa com marcas à vista, ouvir Tina Turner, ir só a discotecas de Cascais, gostar do Passos, defender eugenia de uma forma velada, ir a concertos de João Pedro Pais, achar que uma colaboração deste com o André Sardet seria apetecível, andar de sapalos de vela, achar que andar com a camisa fora das calças é mais do que não meter açucar no café, meter a culpa na empregada, ter uma dificuldade sensorial qualquer para identificar o que é um bar como deve ser e apesar de obedecerem a estas e outras regras que se lhe aplicam, não serem capazes de se incluir no grupo a que pertencem. Acho que ainda temem levar um calduço se o fizerem.

1 comentário:

Joel Carvalho disse...

Pedimos desculpa mas é apenas para divulgar. Um casal, a crise, poupanças e histórias de quem vive a crise como muitos outros, mas onde a poupança é o melhor remédio. Pode passar a mensagem…? Obrigado!

http://ocarteiravazia.blogspot.com/