quinta-feira, junho 03, 2010

Cabelo branco é saudade II

A semana passada andei a ver albuns antigos de fotografias. Acho que com a minha provecta idade, já ultrapassei o meu pai, que nesta altura da vida ainda estava fresquinho. Mas usava gravatas espantosas, que pareciam um bacalhau.
Espantoso também, é ter uma peruca destas no topo da cabeça e saber o que é XHTML+CSS e Ruby-on-Rails e AJAX e o catano. Mas só a mim me engano.

3 comentários:

Hazel disse...

Ouch! Mas olha que aquele bocadinho de testa ali na entrada está muito lisinho, até parece que tem botox. Meu caro, estás um jovem com umas cãs muito sexy! (não me aguentava se não metesse para aqui a palavra cãs). :)

Prezado disse...

"Cãs" é lindo. É de aproveitar, sim. Eu também não perco uma oportunidade de dizer "rotunda" e "ádéternum", soam sempre bem.

E "mamas". Mas isso digo 34% mais devagar e como barítono.

Botox? buargh. Prefiro rugas.

Fernando Lucas disse...

mas há malta que pinta o cabelo de branco, olha o Tom Cruise no Colateral!