terça-feira, junho 08, 2010

Mas se eu estou a pagar...

Faço trabalhos para clientes de sonho há anos. O cliente de sonho é um mal nacional: não sei por que razão é tão comum, mas há a ideia meio medieval de que quem paga, manda. É difícil estabelecer uma relação de colaboração, invariavelmente. Só negociando cedências e com humildade, se leva um trabalho a bom porto.
Mas ontem descobri um cliente que bateu no fundo. Pela primeira vez, considero abandonar um trabalho, tamanhas são as barbaridades que o cliente diz. A minha humildade tem limites e este cliente descobriu onde estão.

5 comentários:

Clara disse...

http://clientsfromhell.net/

Prezado disse...

Conheço bem. :D

Este é digno desse sitio. Só não o coloquei lá porque ainda tenho fé que isto dê a volta.

S* disse...

Resumidamente, é um pain in the ass.

Prezado disse...

Nem é bem. É mais.. Ele vive numa realidade paralela, onde há um buraco negro que captura toda a luz, inclusive a que ilumina o pensamento.

Tulipa disse...

É medieval mas está estupidamente instituída na nossa cultura e tu deves saber isso melhor que eu...mas é geral. As pessoas esquecem-se que trabalhamos uns com os outros e não uns para os outros. kiss