quinta-feira, julho 08, 2010

cara de ...

Secretárias, percebo. Atendimento ao balcão, percebo. Relações públicas, percebo. Account, percebo. Se for especialmente para mulheres, percebo ainda melhor. Atender clientes quando se tem uma cara que parece que foi apanhada na batedeira ou que estamos a fazer uma recriação ao vivo do Homem-elefante ( Lynch, 1980, muito bom ) não é eficaz, é sabido.
Mas responder a um pedido de designer e ter de enviar foto? Nós normalmente estamos trancados numa sala escura, com o focinho sempre espetado atrás de um monitor e só nos removem as grilhetas para ir ao wc ou para nos encostarmos a uma fardo de palha à noite para descansar, para quê a foto? E nem é de corpo inteiro, para ver se damos escravos viçosos.
Vamos lá ver a resposta...

- Bah, nem se vê os dentes, não se está a rir.
- Parece-me saudável.
- Devia ter tirado a foto a 3/4. Já viste a luz, uma bodega?
- Pois. E diz aqui "gosto bué de fotografia". Que urso.

9 comentários:

Tulipa disse...

É uma grande estupidez pedirem foto. Acho que deve ser para poupar trabalho e fazer uma pré selecção, espero que não se esqueçam que as aparências iludem...

Prezado disse...

As aparências são o que são. Se são tidas em conta? claro.

Tulipa disse...

Claro que sim! Mas por foto?? Não me parece uma boa estratégia...

Prezado disse...

Como disseste, faz-se logo uma pré-selecção. é um critério tão válido como outro.

Pipoca dos Saltos Altos disse...

:P

Malena disse...

Tens a certeza que não para seleccionar um male-escorter? :P

Prezado disse...

Isso ganha-se bem?

Capitu disse...

«Olha lá o ar de tanso do gajo! eheheheh... parece o gonorreias!»
«O gonorreias? Eheheheh essa tá boa, tá... Como é logo à noite, saímos?»
«Saímos, pois. Já disseste ao Zé?»
«Ao Zé?...Eh esqueci-me»
«Espera aí, eu telefono-lhe»
«E este gajo...»
«Esse... sei lá... chama-o cá... depois logo se vê... tô, Zé?»

(isto é o mais provável que tenha acontecido ou que vá acontecer)

Prezado disse...

ehehehe é isso, sim.