domingo, julho 11, 2010

Lisboa perdida

Por deformação profissional, sempre tentei encaixar este blog num conceito qualquer. Começou por ser repositório de coisas encontradas. Depois passou a ter histórias à volta das coisas encontradas. Pelo meio, as histórias dos taxis, que já têm sitio próprio. Depois, histórias das cidades onde passava. Isto sempre com os posts pessoais pelo meio, os únicos que tenho feito.
Hoje, depois de uma tarde a ler blogs de viagens e de fotógrafos e perto de me mudar para um bairro mais central de Lisboa, vi umas ideias novas que vou implementar por aqui, com tempo. 
Olisipografia light? Qualquer coisa por aí.

4 comentários:

marta morais disse...

http://www.publico.pt/Local/photowalkers-uma-cidade-de-grao-em-grao_1446349

Prezado disse...

Esta necessidade de grupos e rótulos... Não, não vou ser photowalker, por mais interessante que o termo soe ( not ). Mas posso ser o Prezado, como sempre.

Capitu disse...

Eu ainda estou à espera do cabeçalho novo...

Prezado disse...

qual cabeçalho novo?